Resenha: O Atlas Esmeralda (John Stephens)

Título Original: The Emerald Atlas (The Books of Beginning #01)
Autor: John Stephens
Editora: Suma de Letras
Páginas: 295
Gênero: Infanto-juvenil
Classificação: 4/5

Sinopse: Há dez anos, numa noite de inverno, os irmãos Kate, Michael e Emma foram tirados de suas camas às pressas, perseguidos por criaturas estranhas e levados para longe de seus pais, os quais nunca mais viram. Desde então, os três passaram todo esse tempo vivendo em vários orfanatos sem saber o que de fato aconteceu naquela noite. Kate, a mais velha, é a única que tem lembranças dos pais, a quem jurou proteger seus irmãos a todo custo até que a família estivesse reunida novamente; Michael, o do meio, adora o mundo dos livros e histórias de magia e é sempre alvo de implicância dos garotos mais velhos; e Emma, a mais nova, é uma verdadeira encrenqueira, mas de grande coração. Quando chegam a uma mansão abandonada, os irmãos encontram um atlas encantado que os faz viajar no tempo e os leva para uma terra habitada por gigantes, anões, lobos famintos, crianças prisioneiras e uma condessa que é a fonte de todo o Mal. Assim, as crianças que apenas buscavam o paradeiro de seus pais acabam tendo que salvar o mundo.

Existem alguns livros que são mais especiais que os demais, que te fazem sentir coisas maravilhosas. E com o Atlas Esmeralda fez voltar uma Carol de 8 anos de idade, foi como se a cada página lida cada momento da minha infância voltasse.

A beleza desse livro já começa com uma bela capa e um trabalho impecável na diagramação. O trabalho com a capa mostra o que o leitor vai encontrar naquela estória, sem contar que ela tem um ar mágico e encantador.

O livro é um infanto-juvenil com muita magia e fantasia. Tem alguns elementos que lembram outros livros desse gênero, mas acho que o autor se inspirou bastante nas Crônicas de Nárnia, principalmente o fato de irmãos partirem para uma aventura que pode custar suas vidas.

No Atlas Esmeralda são três irmãos: Kate, a mais velha que é bastante responsável e tenta cumprir de qualquer jeito uma promessa que fez a sua mãe. Michael adora livros e é fã número um dos anões, em certa parte do livro ele pode ser comparado ao Edmundo nas Crônicas de Nárnia. Emma é a caçula, valente e não leva desaforo para casa, teve partes do livro que sua personalidade a tornava irritante e chatinha.

A narrativa desse livro é bem direta: crianças que por algum motivo tiveram que ser separada de seus pais, sempre vagando de orfanato para orfanato, nunca querendo ser adotada por nenhuma família, já que os irmãos acreditavam que seus pais voltariam um dia para buscá-los.

O livro começa a ficar realmente bom quando os irmãos vão parar em Cambridge Falls, um lugar sombrio, sem vida, onde não existe uma criança se querer, fazendo com que Kate, Michael e Emma sejam as únicas crianças naquele orfanato.

Como um bom livro de magia-fantasia, esses irmãos vão acabar se aventurando em uma viagem no tempo por causa de um antigo Atlas mágico. John consegue muito bem colocar diversos elementos na estória, nunca deixando o livro cair em algo monótono. Temos uma vilã para ninguém colocar defeito, a bela e também má Condessa, uma víbora em forma de uma delicada adolescente. Os gritões, criaturas que só de pensar me dão arrepios. Mas também temos criaturas que ficaram ao lado dos irmãos, como os anões e os gigantes, destacando Gabriel, um dos gigantes mais fofos que já tive o prazer de conhecer.

Esse não é um livro tão original assim, volta e meia você pode associar a estória a outro livro, mas essa é uma obra que deve ser lida, o autor consegue executar muito bem a função de alimentar nossa imaginação, nos fazendo entrar naquele mundo que ele criou, ter medo em certos momentos e torcer pelas personagens, pois é quase impossível não gostar dos irmãos e se emocionar com a mensagem de que a família é o mais importante.


Os Livros do Princípio é uma trilogia e o segundo livro, A Crônica do Fogo, já está à venda no site do Submarino e da Livraria Cultura. Não vejo a hora de sobrar uma grana e continuar essa aventura maravilhosa.

Um comentário:

  1. Ai que livro maravilhoso *-*
    Adoro esse tipo de livro que nos fazem voltar na infância, esse tipo de livro é bem raro para mim. Fiquei com uma imensa vontade de ler ele :~

    ResponderExcluir

Já vai sem comentar?
Deixe sua opinião ou comentário aqui, ele é muito importante!