Resenha: Anna e o Beijo Francês (Stephanie Perkins)

Título Original: Anna and the French Kiss
Autores: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Gênero: Romance, YA
Classificação: 4/5

Sinopse: Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer? 

Quem acompanha o blog e já leu alguma resenha minha sabe que não sou grande fã desses livros em que a estória gira em torno de uma garota que se muda de estado ou país e acaba se apaixonando pelo menino mais lindo e popular do colégio. Por esse motivo não esperava muito de Anna e o Beijo Francês. E nunca fiquei tão feliz por estar errada!

Esse foi um daqueles livros que enquanto eu lia um sorriso surgia no meu rosto, automaticamente. O enredo não é grande coisa: Anna é mandada pelo seu pai escritor e famoso (que eu acho que é o Nicholas Sparks) para um colégio interno em Paris. Para alguns, isso poderia ser um sonho, mas não para a Anna e eu consigo compreender isso, porque ela tem uma vida nos EUA, amigos, família, um quase namorado e se mudar para outro país, mesmo sendo a França, sozinha é um pouco desesperador.

A escrita da Stephanie é algo que deve ser destacado. Talvez se esse livro fosse escrito por outro escritor poderia ter sido só mais um livro YA, mas a Perkins conseguiu escrever um livro normal, mas não menos romântico, divertido e maravilhoso!

As personagens construídas são muito bem estruturadas, mostrando sua personalidade logo de cara e com o decorrer das páginas vamos conhecendo, junto com a Anna, quem é Mer, Josh, Rashimi e St. Claire... Ah, St. Claire! Esse merece um parágrafo exclusivo!

Não tenho muitas quedas literárias, mas Étienne conseguiu entrar nessa lista. Nascido nos Estados Unidos, filho de pai francês com uma mãe norte-americana, ele cresceu em Londres e estuda na França. Ele é simplesmente o típico garoto que toda menina desejam: charmoso, bonito, engraçado, companheiro e fofo, mas também passa longe de ser um príncipe encantado perfeito, algo que o torna mais real e lindo. Não consigo contar nos dedos quantas vezes eu suspirei por causa de St. Claire.

A transição de Anna em Paris é uma estória de amadurecimento e autoconhecimento. É quase impossível não se identificar com algo que acontece nesse livro: como o mundo dos adolescentes é cruel, as fofocas, ser abandonado pelos velhos amigos, relacionamento com os pais, manter amizades à distância, romances que não deveriam acontecer.

A única coisa que tenho que reclamar é sobre a diagramação, onde diálogos são misturados com pensamentos e o travessão fica perdido no meio dessa confusão, algo que incomoda na hora da leitura.

Anna e o Beijo Francês foi um daqueles livros que me conquistou de um modo que não consigo descrever, posso ficar páginas e páginas escrevendo sobre esse livro e ainda não vou conseguir descrever tudo o que eu senti. Stephanie Perkins se mostrou uma ótima escritora e não vejo a hora de ler mais livros dela.

4 comentários:

  1. As suas resenhas são simplesmente o máximo! O seu blog merece muitos mais followers e visibilidade!

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, Carol! :D
    E esse livro é lindo mesmo! <3 Leia também 'Lola e o garoto da casa ao lado' da mesma autora, tão bom quanto Anna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nani! *-*
      Quero muito ler Lola, parece ser ótimo tbm!

      Excluir

Já vai sem comentar?
Deixe sua opinião ou comentário aqui, ele é muito importante!